Acesso ao Site!

Use a barra superior para realizar o seu primeiro
login no site!

Sua mensagem foi enviada
com sucesso!

Logo entraremos em contato com você!

Sinduscon-RS

Área do associado

Fones

Ligue Agora:
Fone: (51) 3021-3440

Você esta:

Sinduscon - RSA tecnologia digital provoca rupturas no mercado imobiliário

A tecnologia digital provoca rupturas no mercado imobiliário

voltar

12

Apr

A tecnologia digital provoca rupturas no mercado imobiliário

Postado em 12 d April d 2019
Destaque página inicial  Notícias  

O sucesso da primeira edição do seminário Inovar Sinduscon-RS garante continuidade nos próximos anos. Realizado hoje (11/04), o evento lotou o Teatro e o 2º andar da sede do Sindicato, reunindo mais de 200 pessoas, com o tema central “Produtos imobiliários para uma nova era”.

O evento foi iniciado com Guilherme Sawaya, gerente geral de e-Business da Cyrela,   que apresentou grandes mudanças que estão ocorrendo no comportamento do Consumidor. Abordou o design de experiência, um conjunto de ações que tem como objetivo proporcionar experiências únicas em todos os pontos de contatos com os clientes. “O cliente hoje é o influenciador que determina as estratégias de qualquer negócio. Desenhe experiências que resolvam dores, que resultem em encantamento e fidelização”. As pessoas querem agilidade e negociações sem fricções.

Andrey Ximenez, sócio da TWGROUP, uma empresa de marketing digital focada na geração de resultados reais por meio de estratégias online, abordou a relação entre marketing, tecnologia e resultado. Um processo de negociação bem sucedido é complexo. O resultado exitoso é aquele que envolve um conhecimento não somente do produto mas  igualmente da empresa/marca e  do cliente. É preciso conhecer e atender suas expectativas. Mais do que isto mostrar uma identidade e propósitos convergentes entre os envolvidos. “É preciso saber o que está se negociando, com quem está se negociando”.   Fazer fluir a relação entre a marca e o cliente por meio de uma comunicação integrada, adequada e eficiente.

A OLX, entendendo e percebendo este novo consumidor, ocupa o terceiro lugar em vendas de imóveis no Brasil. O diretor de imóveis da empresa, Marcelo Dadian, deposita  o sucesso na simplicidade e acesso a todos. “Somos mais assertivos. Conseguimos identificar pela navegação do cliente seus critérios nas busca de um imóvel e, com isto, aumentar a conversão de vendas”.

Citada mais de uma vez pelos outros palestrantes o QuintoAndar também se apresentou no Inovar Sinduscon-RS.  ”Startup aluga de imóveis sem fiança nem seguro e intermediários”. Responsável pela expansão da plataforma digital para o Sul do Brasil (RS, SC, PR), o gerente de Negócios, Athur Malcon, afirma que a empresa foi criada para eliminar a burocracia no universo da locação de imóveis, simplificando e melhorando a experiência para proprietários e inquilinos usando tecnologia e design. “Hoje é hoje a maior administradora de aluguéis residenciais do país, contando com a colaboração de mais de 800 funcionários.  Atingimos mais de  R$ 300 milhões em aportes de investidores”, salienta Arthur.

Alexandre Frankel firma que o “desconforto” é prenuncio de mudanças.  Foi assim que nasceu a Vitacon. “Para mudar uma realidade. A diferenciação da empresa vai além da fama de construir apartamentos compactos. Na verdade, tornando-se um bom observador e ouvinte das pessoas, a empresa trabalho o conceito do morar com melhor qualidade de vida. A área comum foi baseada no conceito de serviços e espaços compartilhados. “As pessoas são mais importantes que as unidades. Elas buscam menos tempo no trânsito, menos espaço para cuidar, optando por mais  dedicação à família e amigos, por exemplo”.

Bruno Loreto, Ceo da  1ª Venture Builder do Brasil, apresentou um panorama da atuação da Construtech (startups ligadas a construção). No País, são mais de 500 startups, das quais maior parte concentradas em São Paulo (40%), Santa Catarina (14%) e Minas Gerais (10%). Os temas trabalhados vão desde soluções inovadoras para  projetos e viabilidade, passando por construção, aquisição e propriedade em uso. Aproximadamente 64% das construtechs nasceram nos últimos cinco anos e em 2018 foram investidos mais de U$ 10 bilhões neste setor em todo o mundo. Nos últimos 12 meses as construtechs brasileiras receberam R$ 611,7 milhões em investimentos. “As startups estão construindo o futuro, eliminando entraves, burocracias e facilitando a vida das pessoas”, concluiu Loreto.

O evento foi finalizado com a palestra de Felipe Goettems, da Órulo, empresa que, através de processamento de dados, possibilita inúmeras trocas de informações entre incorporadoras e corretores. “Os incorporadores conseguem identificar como e onde os corretores estão atuando no mercado, o perfil do profissional mais adequado negociar cada tipo de produto. Por meio do portal passam e atualizam informações detalhadas que facilitam igualmente as negociações. O Sinduscon-RS firmou parceria com  a Órulo com vistas a oferecer esta pesquisa de inteligência aos seus associados. O objetivo ter acesso a informações  que  implicam em melhorias e mais assertividade na concepção de estratégias de negócios.

Palestras

Athur Malcon. Quinto Andar

Bruno Loreto – Construtech Ventures

Guilherme Sawaya-Cyrela

Andrey Ximenez – TWGROUP

 

Registros

Alternative content

Get Adobe Flash player



Principais serviços

Sindicato das Indústrias da Construção Civil no Estado do Rio Grande do Sul Rua Augusto Meyer, 146 - Porto Alegre - RS - Fone: (51) 3021-3440

Produzido por: